Desenrola Fies foi prorrogado pelo MEC: veja novo prazo

 

desenrola-fies-foi-prorrogado
Foto: Arquivo/Agência Brasil

De acordo com o Comitê Gestor do Fies, o Desenrola Fies foi prorrogado devido à baixa adesão ao programa e também pela situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul (RS), o que impediu que estudantes buscassem condições especiais para parcelar as dívidas com o ensino superior.

Conforme o MEC, somente 22,8% das estimativas de adesão ao Desenrola Fies foram confirmadas, índice muito abaixo do esperado pelo governo federal.

Quando levados em conta apenas as adesões do povo gaúcho, a taxa foi de apenas 26,8%. “Pedidos de prorrogação foram apresentados por estudantes que perderam seus documentos e bens devido ao alagamento de suas casas”, informou o Comitê Gestor do Fies, em nota.

Desenrola Fies: como funciona

A prorrogação do prazo para aderir ao Desenrola Fies foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de quarta-feira (29). O contrato de financiamento precisa ter sido celebrado até 2027, com débito ainda vigente até 30 de junho de 2023.

Para se inscrever, é obrigatório ter prestado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média de notas igual ou superior a 450 pontos nas provas. A redação não pode ter sido zerada.

Criado em 2001, o Fies tem o objetivo de garantir a permanência e conclusão de estudantes de baixa renda familiar no ensino superior, por meio do financiamento dos cursos de graduação em instituições privadas.

Desde 2018, o Fies garante juros zero aos estudantes com menor renda familiar e uma escala de financiamento para estudantes de famílias de até três salários mínimos.


 Agência Brasil

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem