Chuvas no RS: nível do Guaíba passa de 5 metros em Porto Alegre

 



Medição feita pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul mostra que o nível do lago Guaíba passou dos 5 metros na manhã deste sábado (4).

Às 8h, o nível estava em 5,02. Às 10h, a água subiu ainda mais, chegando a 5,04 metros. O índice já supera em quase 30 centímetros o que foi registrado na enchente histórica que atingiu a capital gaúcha em 1941, quando o nível foi de 4,76 metros. Clique aqui para ver imagens da cidade deste sábado.

A régua que fez a medição foi instalada emergencialmente nas proximidades da Usina do Gasômetro.

Régua que faz a medição do nível do Guaíba em Porto Alegre (RS)
Régua que faz a medição do nível do Guaíba em Porto Alegre (RS) / Isadora Aires/CNN – 04.mai.2024

Por volta das 6h30 deste sábado, a prefeitura de Porto Alegre informou que 1.858 pessoas foram direcionadas a oito abrigos temporários instalados no município.

Também neste sábado, houve o extravasamento de um dique no bairro Sarandi, próximo ao prédio da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). Por conta da ocorrência, o prefeito Sebastião Melo (MDB) pediu à população do entorno que evacue a região.

Na última sexta-feira (3), uma comporta que faz a contenção das águas do Guaíba –o portão 14– se rompeu. O dispositivo fica próximo à avenida Sertório, na zona norte.

Durante uma entrevista coletiva na sexta, o prefeito destacou que a situação do bairro Sarandi é ainda mais delicada porque as casas de bombas para auxiliar no escoamento da água não estão mais funcionando, já que os motores dos equipamentos colapsaram.

Mortes no estado

Em todo o Rio Grande do Sul, já há a confirmação de 56 mortes em razão das chuvas que atingem o estado desde o início da semana. Ao todo, 281 municípios foram afetados pelos temporais.

O relatório mostra que 377.497 pessoas já foram afetadas, sendo que 24.666 estão desalojadas e 8.296 foram encaminhadas para abrigos.

O número de mortos na tragédia deste ano já supera o registrado nas ocorrências de setembro de 2023, quando o estado foi atingido pela passagem de um ciclone extratropical. Na ocasião, 54 óbitos foram registrados pela Defesa Civil. A região mais afetada foi o Vale do Taquari, que, em 2024, também está sendo castigada pelos temporais.


CNN Brasil

Postagem Anterior Próxima Postagem