Médico foge de UPA ao ser flagrado masturbando jovem durante consulta


Foto: reprodução

Foto: reprodução

Um médico, de 37 anos, lotado na UPA São Benedito, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, é procurado pela Polícia Militar, por importunação sexual. De acordo com a polícia, ele é reincidente no crime e novo caso teria ocorrido no final da tarde dessa sexta-feira (12/4), na unidade de saúde. A vítima foi um homem de 22 anos, que procurou atendimento por causa de uma dor na perna e acabou sendo levado para uma sala onde o médico o masturbou.

Segundo o Boletim de Ocorrências (BO) da Polícia Militar, a vítima chegou à UPA reclamando das dores e esperou pelo atendimento por mais de três horas, quando foi chamado pelo médico, que o levou para um consultório e fechou a porta.

O médico teria dito ao paciente que iria fazer alguns exames e começou apalpando suas pernas, o abdômen e a virilha. Em seguida, ele levou o jovem para um outro consultório e, novamente com a porta fechada, mandou que o paciente abaixasse a calça.

Ainda segundo o registro policial, o médico começou a apalpar a genitália da vítima dizendo que iria passar uma pomada. O paciente estranhou, mas o médico disse que era um procedimento padrão que ele utilizava. Em seguida, passou a masturbá-lo. O paciente reclamou e o barulho alertou uma funcionária da UPA, que olhou por debaixo da porta e viu o médico segurando o pênis do paciente.

Com a reação do paciente, o médico abriu a porta e fugiu correndo da UPA. O caso foi registrado na Delegacia de Plantão de Venda Nova.

O gerente da UPA disse aos policiais, segundo o BO, que não tem informações de médicos que são indicados por uma empresa que presta serviço ao posto.

EM





Postagem Anterior Próxima Postagem