Alta do petróleo pressionará Petrobras a aumentar combustíveis

 

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A possível disparada das cotações do petróleo por causa do iminente conflito entre Irã e Israel deve ter efeitos domésticos no Brasil. O esperado aumento do valor da commodity ampliará a defasagem dos preços dos combustíveis da Petrobras, que já está elevada, e pressionará por um reajuste da gasolina e do óleo diesel.

Com as recentes altas nas cotações do barril, que voltou ao patamar dos US$ 90, os preços dos combustíveis daPetrobras têm aumentado a diferença em comparação com os praticados internacionalmente. A gasolina comercializada pela estatal já apresenta defasagem de 19% (R$ 0,66) ante ao PPI (Preço de Paridade de Importação).

No caso do óleo diesel, a diferença nos preços está em 10%, em R$ 0,41 por litro. Os dados são do mais recente relatório da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis), divulgado na sexta-feira (12.abr.2024).

Poder360

Postagem Anterior Próxima Postagem