VÍDEO: “Seria insano”, diz ministro sobre passagens a R$ 200

 

Foto: Nadja Kouchi

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, disse que houve desentendimento sobre o objetivo do programa Voa Brasil, que se popularizou com a premissa de vender passagens aéreas a R$ 200. Segundo ele, “seria insano” vender bilhetes a esse preço.

“O importante não é só o que se diz, mas o que as pessoas entendem. Naquele momento, da forma que foi passada por setores da imprensa e da sociedade brasileira, por conta das redes sociais, o povo brasileiro achou que a passagem seria a R$ 200. Seria insano a gente desenhar um programa dessa natureza”, afirmou Costa Filho, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura.

O ministro, no entanto, não especificou o preço das passagens que serão vendidas pelo programa, que segundo ele deve ser lançado ainda no mês de março. No final do ano passado, havia a previsão de lançar o programa em janeiro de 2024, o que não se concretizou.

“Nós conversamos com o presidente Lula, com o ministro [da Casa Civil] Rui Costa e desenhamos o novo programa Voa Brasil. A gente espera lançar até o final de março, já foi autorizado pelo presidente Lula”, disse.

Poder360

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem