Mentor da barbárie de Queimadas usava dinheiro de bar e pizzaria do pai para se manter no Rio de Janeiro, revela Polícia da Paraíba

 Mentor da barbárie de Queimadas usava dinheiro de bar e pizzaria do pai para se manter no Rio de Janeiro, revela Polícia da Paraíba

As investigações realizadas pela Polícia Civil da Paraíba para a captura de Eduardo dos Santos Pereira, mentor do estupro coletivo no município de Queimadas/PB, em 2012, identificou que o “Bar e Pizzaria do Elizeu” era uma das fontes de recursos financeiros para manter o criminoso foragido.

O estabelecimento pertence ao pai de Eduardo e fica localizado dentro da favela da Rocinha, uma das maiores comunidades do Rio de Janeiro. Apesar de a Polícia Civil paraibana ter obtido essas informações no início de 2021 – ou seja, poucos meses após Eduardo fugir do presídio PB-1, em João Pessoa -, medidas restritivas impostas pela pandemia acabaram retardando outras diligências da PCPB, naquele momento.


“Ainda assim, nós continuamos investigando o paradeiro desse criminoso. Como ele sabia que poderia ser preso, ele sempre mudava de endereços, porém sem nunca sair do nosso radar de buscas. Até que ontem, todo esse trabalho teve seu desfecho positivo. Valeu muito a pena tanto esforço das nossas equipes de Inteligência”, disse o delegado geral André Rabelo.

O mentor da “Barbárie de Queimadas” foi preso nessa terça-feira, 19 de março, em Rio das Ostras (RJ), por equipes da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO/PCPB), com o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro.


ClickPB

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem