Após registrar a primeira morte por dengue no ano, Paraíba vai adotar medidas de combate à doença

Jhony Bezerra. Foto: Reprodução/YouTube


Depois de confirmar a primeira morte por dengue em 2024, a Paraíba a vai adotar uma série de medidas para o combater a doença causada pelo mosquito Aedes Aegypti.

A primeira delas é a aplicação da vacina contra a dengue. Nesta quinta-feira (15), a Secretaria de Estado da Saúde começou a distribuir as 37.040 doses do imunizantes Qdenga, enviados pelo Ministério da Saúde. Este primeiro lote será encaminhado para os 14 municípios que compõem a 1ª Região de Saúde da Paraíba: João Pessoa, Santa Rita, Cabedelo, Bayeux, Conde, Caaporã, Sapé, Alhandra, Pitimbu, Cruz do Espírito Santo, Lucena, Mari, Riachão do Poço e Sobrado.

De acordo com o secretário de Saúde, Jhony Bezerra, em entrevista ao programa Correio Debate, da rádio 98FM Correio, o Ministério da Saúde adquiriu apenas 6 milhões de doses, e por isso, essas cidades foram escolhidas por terem mais de 100 mil habitantes, além de possuírem maior incidência dos casos do sorotipo 2 da dengue.

Jhony Bezerra ainda afirmou que neste primeiro momento, as vacinas serão aplicadas em crianças de 10 a 14 anos.

“São 92 mil doses, sendo D1 e D2. Foram enviadas 37 mil doses, para a primeira dose de crianças 10 a 14 anos. Ainda não há sinalização do Ministério da Saúde se haverá a ampliação de público. A tendência é que ao longo do ano, conforme forem produzidas mais doses, o público será ampliado”, disse o secretário.

Mesmo com outras estados do país registrando um número alto de casos de dengue, o secretário disse que a Paraíba tem um cenário de estabilidade.

“Aqui na Paraíba é um cenário de estabilidade, comparado aos outros anos, a gente não tem um aumento expressivo do número de casos. Temos um total de 597 casos em 2024, mas, infelizmente, temos um óbito confirmado”, explicou Jhony.

Nesta sexta-feira (16), a SES vai lançar um programa estadual de combate à dengue junto aos 223 municípios. Entre as medidas, está a criação do “Alô Saúde Dengue”, um telefone que vai atender todas as dúvidas da população sobre a doença.

“Estaremos lançando um 0800, o Alô Saúde Dengue, semelhante ao que foi usado para a pandemia da Covid-19. O serviço vai funcionar em horário comercial e o teleatendimento por 24 horas”, afirmou Jhony Bezerra.

Além disso, no próximo dia 24 de fevereiro, a Paraíba terá um Dia D de combate à dengue, que vai fazer parte de uma campanha nacional do governo federal.


Portal Correio


 

Postagem Anterior Próxima Postagem